baby-22199_960_720

Por Tatiane Tavares

Mães de primeira viagem ou não, têm sempre a mesma queixa em relação a dificuldade de tirarem os pequenos das fraldas.

Entre 1 e 3 anos as crianças já começam a dar seus próprios passos e a desenvolver a coordenação motora, esta é a idade recomendada para o desfralde. É importante destacar que cada bebê, assim como qualquer pessoa, possui características únicas e podem não se assemelhar a outros.

Mas como desfraldar uma criança? A resposta abre um leque para inúmeras possibilidades, mas há algumas táticas que podem ajudar a iniciar o processo.

Essas são dicas básicas para quem pretende iniciar a “saga” e não sabe como:

1. Não antecipe o processo

Antecipar o processo pode não ajudar, pelo contrário, prejudica e o retarda, pois, a criança pode não estar apta para mudanças do gênero. Se seu filho já domina seus passos, compreende falas como: “Pegue o brinquedo”ou “Tire isso da boca”, e responde bem a isso, o processo de tirar as fraldas já pode começar. Entretanto com bastante cautela.

2. Não compare

Nenhum ser humano gosta de ser comparado a outro, com a criança não é diferente, e é até mais intenso e pode bloqueá- la em determinadas tarefas.

Cada bebê possui um tempo para o ciclo de falar, comer e andar distinto do outro. E isso também vale para as possíveis mudanças em sua rotina. É também verdade que meninos demoram mais tempo do que as meninas, então nada de comparar seu bebê ao da amiga.

3. Crie estratégias

Depois de verificar se seu filho está apto para uma nova fase com mudanças, é imprescindível planejar como agir. Pense em como irá desfraldá-lo: de uma vez só; aos poucos; somente com fraldas no período noturno e etc.

4. Compre o equipamento certo

Seja o antigo e famoso penico ou um suporte para o vaso sanitário, não importa, desde que seja confortável e ajustado ao tamanho da criança. Nada de comprar um tamanho menor pensando no futuro.

5. Ensine e eduque

Nessa idade é comum que os juvenis aprendam por meio da reprodução. Então mostre como se faz: vá até o banheiro, sente-se, – pelo menos finja, sentar no local proposto, e ensine como chamar quando terminar. Livros e atividades educativas ajudam para que a ideia se fixe mais rápido.

6. Não reprima

É inevitável que algumas ou várias vezes ocorram falhas na hora de acertar o local correto para as necessidades, mas é importante que não haja a repreensão, pois isso só tornará tudo mais difícil.

7. Sempre estimule

Com acertos ou erros na hora da execução, o papel dos pais é o de estimular. Isso mostrará para a criança que ela está no caminho certo.

8. Use a estação a seu favor

O verão é ideal para o processo, pois além da praticidade de os bebês estarem vestidos com pouca roupa, o próprio organismo se encarrega de liberar menos xixi nessa época.

9. Evite roupas pesadas

Além de prejudicar e atrasar para fazer xixi ou cocô, nessa fase as crianças querem é sentirem-se livres. Nada de macacões e jardineiras, se optarem por ficar peladas, simplesmente deixem.

10. Faça com que seja divertido

Bata palmas, cante e faça festa mesmo quando seu filho realizar a tarefa. Somente assim será possível um bebê liberto de fraldas e pronto para uma nova fase na vida de crescidinho.

child-316211_960_720

Imagem via Pixabay

 

Leave Your Reply